DESENHOS DE TCHOKWE

Os desenhos Sona, plural de lusona, faziam parte da tradição do Povo Tchokwe. É conhecido no Leste de Angola e próximo as fronteiras da Zâmbia e do Congo. Os desenhos eram feitos na areia apenas por homens, como forma de contar uma história ou mostrar a realidade do seu (com representações do quotidiano, da natureza, dos animais e das pessoas). Fazia parte do rito de passagem dos rapazes para à vida adulta aprender a desenhar Sona e narrar contos.

Conceitos matemáticos como Análise Combinatória, Mínimo Múltiplo Comum (MMC) e Máximo Divisor Comum (MDC) eram usados instintivamente, uma vez que o povo Tchokwe não tinha conhecimento das fórmulas e da matemática dos gráficos. Primeiramente, limpava-se o solo e aplanava-o com a mão, e com a ponta dos dedos desenhava uma matriz de pontos com espaços cuidadosamente proporcionais. Posteriormente, o narrador traçava linhas - retas e curvas com inclinação de 45 graus - em volta dos pontos sem tirar os dedos da areia até finalizar o desenho. 

Fonte:

GERDES, Paulus (2014),"Geometria Sona de Angola - Volume 2: Explorações educacionais e matemáticas de desenhos africanos na areia", Centro de Investigação Etnomatemática & ISTEG, Boane

http://www.redeangola.info/multimedia/arte-de-contar-historias-em-desenhos/

https://www.matematicaefacil.com.br/2016/08/matematica-continente-africano-sona-desenhos-matematicos-areia.html

BE IN 
TOUCH

Rua Fialho de Almeida, nº 20 R/C, 1070-129 Lisboa, Portugal

Tel. (+351) 964 816 273, (+351) 931 729 962

metapolis.pac@gmail.com

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon

© Metapolis Pac